Portal JC.com - Um Jeito Novo de Informar e Divulgar

Widgets

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

Rating: 3.8/5 (32583 votos)





Total de visitas: 1921057

SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA

SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA

botão  BOTÃO

PLANTAS TÓXICAS PODEM AMEAÇAR

 A SAÚDE DAS CRIANÇAS

Plantas Tóxicas

 

Ter plantas dentro de casa e nos arredores é uma ótima opção para quem quer embelezar o ambiente sem gastar muito dinheiro com decoração. Mas por trás de tanta beleza, também existem muitos perigos. Isso porque grande parte da nossa flora pode intoxicar as pessoas, principalmente crianças pequenas, que têm o hábito de levar objetos à boca. Quem engolir alguma espécie tóxica poderá apresentar diarreia, vômito, queimaduras na boca e na pele.

 

Mas, segundo o coordenador da Saúde da Criança do Ministério da Saúde, Paulo Bonilha, as consequências da intoxicação podem ser ainda mais graves. "Também podem dar efeitos graves, efeitos cardiológicos, de afetar a frequência cardíaca, provocar arritmia, levar a problemas respiratórios graves, as vezes até paradas respiratórias, paradas cardíacas, efeitos no sistema nervoso central, no sentido da criança ficar sedada, até em estado de coma, eventualmente", explica Bonilha.

 

Entre as plantas tóxicas mais conhecidas estão os copos de leite, comigo-ninguém-pode, bico de papagaio, mamona e o pinhão roxo, planta típica do cerrado que recentemente intoxicou crianças no Distrito Federal. Para evitar que as crianças corram o risco de contaminação, o coordenador da Saúde da Criança do Ministério da Saúde alerta os pais e responsáveis para não manter plantas tóxicas dentro de casa e nos arredores.

 

No entanto, alerta Bonilha, mais importante do que eliminar as espécies ameaçadoras de perto dos pequenos é orientar os filhos para não entrarem em contato com qualquer tipo de planta. "Sempre orientar as crianças: fruta, mesmo que seja bonita, que tenha um aspecto atraente, não dá para saber se ela é tóxica ou não. Então, nada de ficar colocando na boca folhas, sementes, porque pode ter uma surpresa desagradável como, infelizmente, aconteceu com uma criança em Brasília", ressalta.

 

O coordenador também explicou que, em caso de intoxicação, os pais devem encaminhar as crianças imediatamente para um pronto socorro, antes mesmo de aparecerem os primeiros sintomas. Veja, abaixo, a descrição de algumas plantas tóxicas e o que elas podem causar.

 

COMIGO-NINGUÉM-PODE

Comigo ninguém pode

Planta ornamental, geralmente cultivada em vasos. Também é conhecida como Aninga-do-Pará. Parte tóxica: todas as partes da planta. O que pode causar? A ingestão e o contato podem causar sensação de queimação, inchaço nos lábios, boca e língua, náuseas, vômitos, diarreia, salivação abundante, dificuldade de engolir e asfixia. O contato com os olhos pode provocar irritação e lesão da córnea.

 

 

 

COPO-DE-LEITECopo de leite

Considerada flor nobre por floristas, é muito utilizada para decoração. Parte tóxica: todas as partes da planta. O que pode causar? A ingestão de qualquer parte da planta ou o contato com a pele pode causar queimação, inchaço nos lábios, boca e língua. Além de náuseas, vômitos, diarreia, salivação abundante, dificuldade de engolir e asfixia. O contato com os olhos pode provocar irritação e lesão da córnea.

 

 

AntúrioANTÚRIO

Planta ornamental, muito utilizada em jardins. Parte tóxica: Folha, caule e látex. O que pode causar? Inchaço nos olhos, náuseas e vômitos. O contato com os olhos pode causa irritação.

 

 

MAMONAMamona

Planta típica do cerrado e encontrada facilmente em terrenos vazios. O fruto é muito apreciado pelas crianças que o utilizam para brincar. A planta também é conhecida como carrapateira, rícino, mamoeira, palma-de-cristo, carrapato.

Parte tóxica: sementes. O que pode causar? A ingestão das sementes mastigadas causa náuseas, vômitos, cólicas abdominais, diarreia até sanguinolenta. Nos casos mais graves podem ocorrer convulsões.02/05/13 Plantas tóxicas podem ameaçar a saúde das crianças

 

 

Bico de papagaioBICO-DE-PAPAGAIO

Muito utilizada em jardins por possuir flores vermelhas grandes que chamam a atenção. A planta também é conhecida por rabo-de-arara, papagaio. Parte tóxica: todas as partes da planta. O que pode causar? A seiva leitosa causa lesão

na pele e mucosas. O contato com os olhos provoca irritação, lacrimejamento, edema das pálpebras e dificuldade de visão. A ingestão pode causar náuseas, vômitos e diarreia.

 

 

COROA DE CRISTOCoroa de Cristo

A planta é facilmente encontrada em jardins e parques espalhados na cidade. Por ter espinhos, é muito utilizada como cercas-vivas. Parte tóxica: látex. O que pode causar? Salivação, vômitos e queimaduras.

 

Fonte: Ministério da Saúde

 


 PREVENÇÃO DE ACIDENTES COM CRIANÇAS

 SUFOCAÇÃO E ENGASGAMENTO

 

 ENGASGAMENTOA sufocação ou obstrução das vias aéreas é a primeira causa de morte, entre os acidentes, de crianças de até 1 ano. Até os 4 anos de idade, a criança fica muito exposta a este tipo de risco, pois é nesta fase que ela inicia a exploração do mundo ao seu redor por meio dos sentidos - tato, audição, paladar, visão e olfato. Segundo dados do Ministério da Saúde, em 2007, 701 crianças de até 14 anos morreram vítimas de sufocação.

 

Como proteger uma criança de uma sufocação ou engasgamento:

 

- Corte os alimentos em pedaços bem pequenos na hora de alimentar a criança;

- Crianças devem dormir em colchão firme de barriga para cima, cobertos até a altura do peito com lençol ou manta que estejam presos embaixo do colchão. O colchão deve estar bem preso ao berço (não mais que dois dedos de espaço entre o berço e o colchão) e sem qualquer embalagem plástica;

 

- Seja especialmente cauteloso em relação ao berço escolhido. Procure berços certificados conforme as normas de segurança do Inmetro. Fique atento aos espaços das grades de proteção do berço, elas não devem ter mais que 6cm de distância entre elas;

 

- Remova todos os brinquedos e travesseiros do berço quando o bebê estiver dormindo, para reduzir o risco de asfixia;

 

- Compre somente brinquedos apropriados para a criança. Brinquedos pequenos e partes de brinquedos podem provocar engasgamentos - verifique as indicações de idade do selo do Inmetro. Considere utilizar um testador de brinquedos para determinar se ele apresenta risco para crianças pequenas. Dica: utilize uma embalagem de filme fotográfico como referência;

 

- Tenha certeza de que o piso está livre de objetos pequenos como botões, colar de contas, bolas de gude, moedas, tachinhas. Tire esses e outros pequenos itens do alcance do bebê;

 

- Considere a compra de cortinas ou persianas sem cordas para evitar que crianças menores corram o risco de estrangulamento.

 

*Fonte ONG Criança Segura

Fonte: http://www.ressoar.org.br/dicas_saude_seguranca_crianca_sufocacoes.asp



 

Alergia Alimentar

 

Alergia a comida?

Algumas pessoas sofrem de alergias alimentares, mas também grande parte delas pode confundir intolerância alimentar com alergia.

ALERGIA ALIMENTAR

Nas intolerâncias alimentares, que são mais comuns entre a população, a reação não passará de uma dificuldade digestiva aos açúcares, no caso, por exemplo, de uma intolerância à lactose. Então, esta pessoa não será capaz digerir o açúcar e vai ter apenas sintomas gastro intestinais.

Já as alergias alimentares são mais raras e estão ligadas a uma resposta exagerada do sistema imunológico desencadeada por uma substância que costuma ser inofensiva, como um alimento específico.

As reações das alergias alimentares estão relacionadas à produção de um tipo de substância pelo organismo, chamada de anticorpos imunoglobulina E (IgE), que provoca alergias a um alimento específico.

Segundo a Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia (Asbai), nos últimos anos têm-se observado um crescimento no número de casos de alergia aos alimentos.

Em crianças pequenas, os alimentos que mais desencadeiam as reações são leite de vaca, clara de ovo, trigo, soja e peixe.

As manifestações podem atacar vários órgãos como pele, sistema respiratório, digestivo e pode até causar a morte desse paciente em casos mais graves.

A predisposição genética parece ter importante papel, estudos indicam que de 50 a 70% dos pacientes com Alergia Alimentar possuem história familiar de alergia. Caso o pai e a mãe apresentam alergia, a probabilidade de terem filhos alérgicos é de 75%.

De acordo com levantamentos internacionais concluiu-se que de 6 a 8% das crianças até 3 anos apresentam alergias alimentares. Em adultos, estima-se que a prevalência seja de 2 a 4%.

A detecção da alergia alimentar pode ser complicada, pois muitas vezes a pessoa só se torna sensível ao alimento após anos de ingestão.

As Reações Alérgicas

Geralmente os sintomas da alergia alimentar aparecem imediatamente ou até duas horas depois de comer. Em casos raros, os sintomas podem começar a aparecer horas depois de comer o alimento prejudicial.

Se você apresentar sintomas logo depois de ingerir um alimento específico, é possível que tenha uma alergia alimentar. Os principais sintomas são urticária, rouquidão e respiração difícil ou ruidosa.

Também existem as reações de hipersensibilidade tardia que podem demorar até três dias para surgir.

Outros sintomas da alergia alimentar que podem ocorrer:

·         Dor abdominal

·         Dificuldade para deglutir

·         Irritação na boca, na garganta, nos olhos, na pele ou em qualquer outra região

·         Tontura ou desmaio

·         Congestão nasal

·         Náusea

·         Corrimento nasal

·         Manchas escamosas com coceira (dermatite atípica)

·         Descamação ou bolhas

·         Inchaço, principalmente nas pálpebras, face, lábios e língua

·         Falta de ar

·         Cólicas estomacais

·         Vômito

     Com as crianças é preciso tomar cuidados maiores. 

Todas as crianças alérgicas devem receber um tratamento especial, pois elas podem se sentir excluídas por não poderem comer alguns alimentos que todos seus amiguinhos comem.

É sempre bom avisar a escola e mães de amiguinhos da condição da criança, para que ela não corra riscos fora de casa.

Tem tratamento?

Por enquanto o único tratamento comprovado para as alergias alimentares é evitar, de todas as formas, entrar em contato com o alimento.

Muitas pessoas que possuem alergias podem ter sérias reações apenas por tocar no alimento ou ser tocada por alguém que o manuseou.  Nestes casos, até um beijo pode ser fatal. 

Olhe sempre e com muita atenção os rótulos dos alimentos que irá ingerir ou alimentar seu filho ou familiar alérgico.  Olhe os rótulos até dos alimentos que não imagina que possa conter traços do alimento que causa alergia.  Sabia, por exemplo, que pode conter soro de leite ou leite em pó no salame?

O mais indicado ao notar uma reação alérgica é sempre entrar em contato ou visitar um medico, pois nunca sabemos como a reação irá evoluir.

Ligue para o número de emergência local, se apresentar qualquer reação grave ou distribuída pelo corpo (principalmente respiração difícil ou ruidosa) depois de ingerir um alimento.

Qualquer pessoa que já teve uma reação alérgica a algum alimento deve ser avaliada por um alergologista.

Fonte: https://alergoshop.com.br/blog/58-blog-2012/521-alergia-alimentar-.html

FOTO
FOTO

Pub

 

You Tube    Facebook        Blogs
ACESSE CLICANDO NA IMAGEM

PORTAL JC.COM
A face de Jesus
 
JESUS TE OLHA

TERÇO COM
NOSSA SENHORA AUGUSTA
RAINHA DOS ANJOS
Sua Oração faz milagres

TERÇO DIVINA PROVIDÊNCIA 

 


Novas Ideias Reflexão Receitas do Paraná

 Comportamento Saúde Portal JC 

botão logo Portfólio Novas Ideias

LITURGIA DIÁRIA

CONSULTE PARA FICAR 

SEMPRE INFORMADO



anuncio


 


  ACESSE NOSSO

FACEBOOK AQUI
Facebook Portal JC.com
TERMO DE USO DO PORTAL JC.COM

 


  ACESSOS AO PORTAL
 
 

 somos católicos

Terço Mistérios Gloriosos


 


A PARÁBOLA DO 
SEMEADOR
 

 

Naquele mesmo dia Jesus saiu de casa e se sentou à beira do lago.  Uma grande multidão se juntou ao seu redor. Havia tanta gente que Jesus entrou num barco e se sentou; e toda a multidão permanecia de pé na praia. Jesus lhes ensinou muitas coisas por meio de parábolas [a]. Ele dizia:

—Certo homem saiu para semear. 4 Enquanto semeava, uma parte das sementes caiu à beira do caminho e os pássaros vieram e as comeram.  Outra parte caiu no meio de pedras, onde havia pouca terra. Essas sementes brotaram depressa pois a terra não era funda, mas, quando o sol apareceu, elas secaram, pois não tinham raízes.  Outra parte das sementes caiu no meio de espinhos, os quais cresceram e as sufocaram. 8 Uma outra parte ainda caiu em terra boa e deu frutos, produzindo 30, 60 e até mesmo 100 vezes mais do que tinha sido plantado.  Quem pode ouvir, ouça.

Para que servem as parábolas

 Os discípulos de Jesus, então, se aproximaram dele e lhe perguntaram:

—Por que o senhor ensina o povo por meio de parábolas?

 E Jesus lhes respondeu:

—Somente a vocês é dado o privilégio de conhecer as verdades secretas do reino do céu e não aos outros.  Pois quem tem, receberá ainda mais e terá em abundância. Mas quem não tem, até o que tem lhe será tirado.  E é por isto que ensino o povo por meio de parábolas: Eles olham, mas não vêem; ouvem, mas não entendem.  Portanto, por intermédio deles acontece o que disse o profeta  Isaías:

“Vocês ouvirão mas, mesmo ouvindo, não conseguirão entender;

vocês olharão mas, mesmo olhando, não conseguirão ver.

 Isto acontece pois o coração deste povo está endurecido.

Eles taparam os ouvidos e fecharam os olhos.

Se não fosse assim, eles poderiam ver com os olhos,

ouvir com os ouvidos e entender com o coração,

e se voltariam para mim e eu os curaria”.

 —Mas felizes são os seus olhos, pois eles podem ver; e os seus ouvidos, pois eles podem ouvir.  Digo a verdade a vocês: Muitos profetas e homens justos desejaram ver as coisas que vocês vêem, mas não viram. Eles desejaram ouvir o que vocês ouvem, mas não ouviram.

Jesus explica a parábola do semeador

 —Ouçam o que a parábola  daquele que semeia quer dizer.  A semente que caiu à beira do caminho representa a pessoa que ouve a mensagem a respeito do reino, mas não a compreende, e Satanás então vem e tira as coisas que foram semeadas em seu coração.  A semente que caiu no meio de pedras representa a pessoa que ouve a mensagem a respeito do reino e a aceita imediatamente e com muita alegria.  Mas, como não tem raiz, não dura muito tempo. Assim que encontra dificuldades ou que é perseguida por causa da mensagem, abandona a sua fé.  A semente que caiu no meio de espinhos representa a pessoa que ouve a mensagem a respeito do reino mas é sufocada pelas preocupações com as coisas desta vida e pela ilusão das riquezas. Essa pessoa não produz nenhum fruto.  Mas a semente que caiu em terra boa representa a pessoa que ouve a mensagem e a compreende. Essa pessoa cresce e produz muitos frutos, algumas vezes trinta, outras sessenta e outras ainda cem vezes mais.


       ⇐ Voltar ao Início 

foto
 
"MINHAS PALAVRAS
NÃO PODEM ESPERAR"
Nossa razão de existir como um portal de divulgação

 

Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará.

Direi do Senhor: Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nele confiarei.

Porque ele te livrará do laço do passarinheiro, e da peste perniciosa.

Ele te cobrirá com as suas penas, e debaixo das suas asas te confiarás; a sua verdade será o teu escudo e broquel.

Não terás medo do terror de noite nem da seta que voa de dia,.

Nem da peste que anda na escuridão, nem da mortandade que assola ao meio-dia.

Mil cairão ao teu lado, e dez mil à tua direita, mas não chegará a ti.

Somente com os teus olhos contemplarás, e verás a recompensa dos ímpios.

Porque tu, ó Senhor, és o meu refúgio. No Altíssimo fizeste a tua habitação.

Nenhum mal te sucederá, nem praga alguma chegará à tua tenda.

Porque aos seus anjos dará ordem a teu respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos.

Eles te sustentarão nas suas mãos, para que não tropeces com o teu pé em pedra.

Pisarás o leão e a cobra; calcarás aos pés o filho do leão e a serpente.

Porquanto tão encarecidamente me amou, também eu o livrarei; pô-lo-ei em retiro alto, porque conheceu o meu nome.

Ele me invocará, e eu lhe responderei; estarei com ele na angústia; dela o retirarei, e o glorificarei.

Fartá-lo-ei com longura de dias, e lhe mostrarei a minha salvação

Salmos 91:1-16

 

 

⇐ Voltar ao Início